Dungeons Crawler: O Making-of do Making-of…

(OU: As 40 perguntas mais difíceis que já fiz a alguém)

 

Descubra porque o Vagnerd acredita que muitas portas se abriram por causa dessa HQ.

 

A Devir e a Jambô são as minhas editoras preferidas de RPG. A primeira, reverencio por ter contribuído com a solidificação e popularização de um dos meus Hobbies preferidos no Brasil e ter me possibilitado jogar D&D3.5, Vampiro: A Máscara e GURPS; já a segunda editora, gosto pela amizade e carinho que possuo pela equipe (o Caldela, o Brauner, o Guilherme e o Rafael, entre outros) e por ser “a casa” de um dos produtos que mais gosto: Tormenta!

Por isso, foi uma grata surpresa quando no final de 2013, meu irmão e amigo do Dínamo Studios, o desenhista Daniel HDR, convidou-me para colaborar com a nova versão história em quadrinhos que ele já havia escrito com o autor de RPG que eu mais li durante a adolescência: o Marcelo Cassaro.

Tratava-se de um dos principais clássicos do universo de TormentaDungeons Crawler.

dungeon_crawlers_capa

Imagem: Divulgação/Site da Jambô

 

 

E Minha contribuição foi entrevistá-los no formato Pergunta & Respostas.

Na época, era repórter de um pequeno jornal na cidade onde moro e senti que entrevistar duas grande celebridades para um livro que sairia em um encadernado de luxo seria benéfico para minha carreira.

Hoje eu sei que foi sim!

Mas então veio a dúvida!

 

danielhdr_divulgacao

Imagem: Divulgação/Site do Daniel HDR

O que logo descobri tragicamente é que, aquelas foram as 40 perguntas mais difíceis de se selecionar!

Havia tanta coisa que eu queria perguntar para o desenhista e o roteirista. Arton foi o mundo de RPG em que estive em grande parte dos meus jogos (seguindo de perto por Forgotten Realms e o Mundo das Trevas).

Além disso, a presença do Cassaro me deixava nervoso e me fazia questionar a experiência sobre a mídia RPG. Tipo “não posso fazer feio” e “preciso mandar perguntas interessantes que mostrem o quão entendo do cenário”.

Acho que se não fosse por algum apoio psicológico do HDR, eu teria surtado naquela formação de questionário!

Com sorte, algumas semanas depois do envio da entrevista. Recebi uma mensagem do Marcelo dizendo que “havia gostado da seleção de perguntas”. BOOM!

original

Imagem: Divulgação/Site Google

Como dizem por aí, “minha cabeça explodiu”! Senti como se a missão estivesse cumprida. Eu, agora, poderia agora entrar em uma Tardis (ou DeLorean se preferir) e dizer ao jovem Vagner de 14 anos de idade:

“Cara, seu nome vai sair numa HQ, entrevistando o um quadrinhista da DC e o editor da Revista Dragão Brasil!”

Todos que já sentiram uma sensação como essa, sabem sobre o que me refiro. É um misto de nostalgia com bem-estar que pode ser traduzida como uma das melhores coisas que se pode sentir na vida.

Certo, mas o papo ficou melódico demais, não?

Então, lembra-se que ali em cima, eu disse que sentia que Dungeons Crawler seria importante para a minha carreira?

Bem, eu nunca estive tão certo!

O que veio depois de Dungeon Crawlers?

 

Tenho certeza que foi graças a publicação desse livro que eu consegui um freela como Assessor de Comunicação com o Artur Vecchi da AVEC Editora. Nessa nova casa, tive o orgulho de colaborar com a campanhas de divulgação de Rio:Zona de Guerra, Coleção Sobrenatural: Vampiros e Beladona. Podendo entrevistar seus principais autores (que você pode conferir AQUI).

Também foi após as entrevistas do Dungeon Crawlers que tive peito para formular um questionário para poder enviar a Leandro Luigi Del Manto. O editor da revista Sandman da Globo (outra pessoa muito importante em minha formação como leitor) e cuja entrevista fez sucesso no Dínamo e pode ser lida AQUI.

Por questões legais, não posso republicar as perguntas com as respostas aqui no meu Blog-Portfólio. Muito menos, escanear as página da entrevista e inserir nesse post. Mas posso recomendar essa graphic novel para quem gosta de aventuras de fantasia medieval com uma dose extra de humor.

E é isso que farei em seguida. Mas, por enquanto, fique com esse preview fornecido no site da Jambô editora:

hq-dcrawlers-3

Imagem: Divulgação/Site da Jambô

 

Mas, afinal, do que se trata Dungeons Crawler?

 

“Lenórienn, a majestosa cidade élfica. Tomada por monstros.

Os elfos, dizimados. Derrotados. Amargos. Loucos.

Um elfo que tenta esquecer tudo.

Uma humana que tenta aprender tudo.

Uma amiga leal.

Eles vão retornar à Cidade dos Elfos para desvendar seus segredos e, talvez, trazer esperança a esse povo.

Eles são rastejantes de masmorras. Dungeon crawlers.

Este álbum reúne todas as edições de Dungeon Crawlers, publicadas originalmente em 2004. Traz a história completa, além de mais de dez páginas de extras originais e exclusivos. De Marcelo Cassaro, roteirista de Holy Avenger e Turma da Mônica Jovem.” – Essa é uma  sinopse do site da Jambô.

Já que mencionaram Turma da Mônica: em uma época em que a Maurício de Souza Produções revoluciona sua linha editorial adaptando seus personagens para um público mais maduro. E em uma época de alvorecer da literatura fantástica brasileira – autores de RPG e romances como Leonel Caldela, recebendo destaque na grande mídia -, nada melhor do que uma HQ que reflete sobre todas essas mídias desde 2004 – quando os artistas brasileiros nem sonhavam ter o reconhecimento de público e mercado que têm hoje!

hq-dcrawlers-2

Imagem: Divulgação/Site da Jambô

 

Esses motivos são mais do que suficientes (além de ter a minha entrevista, é claro) para  que eu recomende a compra de Dungeon Crawlers diretamente no site da Jambô Editora. Se está empolgado com a divulgação desse meu trabalho e acredita no potencial dessa obra, adquira agora mesmo com frete grátis nesse link.

Tenha boa leitura e muita diversão e volte nesse blog para comentar o que achou de tudo: da história, da arte, da cor, da entrevista.

Boa Leitura!

Anúncios

Um comentário sobre “Dungeons Crawler: O Making-of do Making-of…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s